IBER avança nas ações com os Comerciantes varejistas e atacadistas

Na última reunião do Conselho Gestor da entidade, uma série de iniciativas foram definidas para aproximar ainda mais o IBER dessas empresas e ampliar os índices de atendimento à PNRS.

O trabalho junto aos comerciantes varejistas e atacadistas de baterias ganha cada vez mais prioridade no Instituto Brasileiro de Energia Reciclável – IBER. Na última reunião do Conselho Gestor da entidade, realizada em julho, uma série de iniciativas foram definidas para aproximar o IBER dessas empresas e ampliar os índices de atendimento à Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) de toda a cadeia produtiva de baterias.

O foco nos comerciantes varejistas e atacadistas se justifica pela obrigatoriedade dessas empresas em participar de um sistema reconhecido pelos órgãos ambientais, promover a gestão contínua dos resíduos, comprovar esforços para comunicação da responsabilidade ambiental junto à cadeia e atingir metas individuais.

Divulgações do sistema IBER e das inovações que vêm sendo desenvolvidas para atender especificamente a categoria dos comerciantes, com o engajamento dos fabricantes para que mais empresas tenham acesso às vantagens de participar de um sistema coletivo, são as principais frentes de atuação definidas pelo Conselho Gestor.

O manual produzido pelo IBER para a categoria também será estratégico e disseminado pelos fabricantes para sua rede, assim como iniciada a organização de reuniões, inteiramente online, para compartilhar os conhecimentos e ajudar os pequenos negócios a atenderem a legislação vigente e serem reconhecidas por suas práticas sustentáveis.

Cooperação com MMA

O avanço no diálogo com o Ministério do Meio Ambiente (MMA) para interligação dos controles existentes para gestão do atendimento legal da cadeia produtiva de baterias também foi ponto importante da reunião do Conselho Gestor do IBER. Ficou definido que a entidade irá continuar a contribuir ativamente para que as autoridades ambientais aprimorem os mecanismos de fiscalização. Hoje, a plataforma do IBER é uma referência para o MMA.

O modelo desenvolvido em conjunto com os órgãos competentes permitirá diferenciar as empresas que atendem a legislação e são comprometidas com a Sustentabilidade das que não estão adimplentes com a legislação.

Comentários