Em dois meses, 42 empresas são certificadas pelo IBER na PNRS

As empresas que formam a cadeia produtiva de baterias avançam no cumprimento da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) e se tornam referência de compromisso com a Sustentabilidade do Brasil. Nos últimos dois meses, 42 empresas foram certificadas junto à PNRS pelo Instituto Brasileiro de Energia Reciclável (IBER).

Os associados vêm consistentemente participando do processo de atendimento às suas responsabilidades junto ao IBER, inclusive aportando melhorias para o avanço do sistema no país. No último mês de abril, fabricantes como a Clarios, Maxion, Cral e Tudor e distribuidoras da Rede Moura, Tudor, Redecico e Norte Distribuidora comprovaram seus processos e cumpriram as metas e responsabilidades estabelecidas na legislação, passando a ser reconhecidas pelos órgãos ambientais, parceiros e mercado como ambientalmente corretas.

Todas as empresas associadas contribuem para formalização do mercado de reciclagem da cadeia produtiva de baterias no Brasil e, ao longo deste ano de 2020, serão constantemente reconhecidas pelo comprometimento com a sustentabilidade, não apenas pelos órgãos ambientais, mas também pelos seus parceiros e mercado.

Comentários